Meu cachorro não é filho, mas eu sou sua mãe.

Cachorro não é filho! Isso mesmo... Estou cansado de ouvir as pessoas me dizendo que eu trato o meu cão como se fosse...entenda que...

Reflita! Cachorro não é filho, certo ou errado?

Cachorro não é filho! Isso mesmo…

cachorro amamentando pela mamadeira

O fato é que estou cansado de ouvir as pessoas me dizendo que eu trato o meu cão como se fosse meu filho.

“Eu sei que não é meu filho, mas é meu cachorro!

Eu tenho um cachorro Maltês que eu amo e que ao contrário de uma criança, nunca será maior de idade, não vai sair de casa e não vai cuidar de mim à medida que eu chegar na terceira idade.

Ele nunca será independente ou autossuficiente: ele sempre precisará de mim para comer, beber ou apenas fazer um pouco de atividade física.

Ele nunca vai ser um adolescente e não vou ouvir as frases típicas dessa idade “você não me entende” ou “mas que mãe chata“, porém eu nunca vou ouvir “eu te amo“, “obrigado“, “eu preciso de você“.

Ele não vai me julgar, ele não vai julgar minhas ideias e minhas decisões.

Ao contrário de uma criança, nunca verei uma parte de mim no meu cão, nem física nem mental.

Isto é, não tem caráter hereditário.

Meu cachorro não vai me ver crescer e, muito menos, envelhecer.

Quando ele envelhecer, serei eu que terei que cuidar dele e, infelizmente, serei eu que terei que vê-lo partir para sempre.

Inevitavelmente

 

Simplesmente, este será nosso destino.

Entenda que cachorro não é filho, ele é um animal, não uma pessoa.

Apesar disso, sim, eu sou sua mãe.

Tratando o cachorro como bebê, mas cachorro não é filho

Irônico? Como isso pode ser possível?

Eu acho que é muito claro o que é um filho, mas…

uma mãe?

O que você acha que é uma mãe?

Uma mãe é aquela pessoa maravilhosa que se sacrifica por seus filhos, que tem uma cura e que muda sua vida pelo bem-estar de sua família.

Uma mãe mima, educa e ama incondicionalmente.

Por tudo isso, meu cachorro não é meu filho, mas eu sou sua mãe.

Eu sou tudo que ele tem, eu sou o líder do bando.

Eu não sou seu dono.

Para ele, eu sou a família dele.

Não existe oposição, neste caso.

Sinto pena daqueles que não conseguem entender porque nunca saberão o que significa sentir amor por um animal que não fala, que não amadurece e que não se expressa como um ser humano.

Eles nunca podem ter o que eu tenho em observar aquele olhar com o qual meu cachorro me conta tudo.

Meu cachorro não é filho, mas eu sou sua mãe e, graças a mim, ele leva uma vida saudável, plena e feliz.

Em troca do que para uma pessoa é quase nada, para ele sou seu “tudo“.

Mãe-Filho é uma conexão natural, sem dúvida nenhuma.

No entanto, a conexão com um animal não é e nem todos podem experimentar esse sentimento maravilhoso.

Só espero que os filhos daqueles que não concebem esse amor e não entendem a importância de um animal para algumas pessoas, possam um dia ter um animal e conseguir essa conexão que tenho com meu cachorro.

Considerações Finais

Lindo, não é mesmo? Você também considera seu animal como um filho?

Lembrando, como nossa amiga afirmou anteriormente, ser mãe é algo além, ou seja, transcende as barreiras materiais da convivência.

Para aqueles que pensam que mãe-filho é algo puramente genético, é melhor pensar um pouco mais a respeito.

Não que seja errado, mas ler esta carta da Conchi Moreno nos faz conceber uma nova ideia acerca de uma relação mãe-filho.

Compartilhe com seus amigos e divulgue este texto emocionante e que nos traz muitas reflexões.

Até a próxima!