Meu cachorro morreu! dói tanto quanto perder um ente querido!

Meu cachorro morreu! só de pensar em perdê-los é um pesadelo. E tomar a decisão de deixá-los ir... é muito angustiante. Como melhor lidar com isso? entenda.

Mulher abraçando cão - Meu cachorro morreuMeu cachorro morreu!

Pois é,  perder um cachorro para muitos é a coisa mais normal do mundo. Muitos dirão que foi apenas um animal de estimação. Outros farão todo o possível para entender nossa dor. Porém, aqueles que realmente sabem como se sentem são nós mesmos.

Um conhecido perdeu o cachorro de estimação seu companheiro era um lindo Poodle, seu mundo desabou!

Quando temos um cachorro que nos acompanha durante boa parte de nossas vidas, e, depois, precisamos vê-los partir é como se um parente muito próximo tivesse morrido.

Cada um reage de modo diferente em várias situações, inclusive durante a morte. As pessoas que estão “de fora” podem não entender o que você está sentindo. Pode achar estranho você ficar entristecido ou “choroso” por um período considerável após a morte do seu cãozinho.

Porém, é preciso entender que perder um cachorro não é nada fácil! Mas, assim como acontece com os seres humanos, é preciso enfrentar esta perda, até porque nossas vidas continuam e existem outras atividades e pessoas que ainda precisam de nós, não é mesmo? Para entender mais um pouco a respeito disso, continue a leitura!

Meu cachorro morreu!  uma perda irreparável

Quando um animal de estimação nos abandona, o vazio que sentimos é diferente e ainda mais forte do que quando perdemos um ente querido. Ele não se queixou, não se incomodou e a única coisa que nos ofereceu foi amor e carinho. Ele sempre esteve lá por nós e ocupou um espaço que nenhum ser humano poderia ocupar.

Falta de compreensão

Quando você desabafa com uma pessoa próxima, dizendo, olha, meu cachorro morreu! mas, poucos compreender o que isso significa.

Podemos falar sobre isso com os outros, explicar, mas muitas pessoas dificilmente nos entendem . Não precisamos ficar ofendidos ou com raiva, porque é natural que os animais de estimação não tenham o mesmo significado para todos.

O sentimento de perder um cachorro ou qualquer outro animal de estimação para sempre varia de pessoa para pessoa. E para superar essa dor, o ideal seria conversar com especialistas ou pessoa que passaram pela mesma situação. Sem dúvida, isso seria muito reconfortante e amenizaria a nossa dor.

Mudanças nos menores detalhes

Perder um animal de estimação é muito mais do que enfrentar sua ausência. Implica uma mudança radical em nossa rotina, de chegar em casa e ser recebido por ele, de se adaptar às caminhadas e refeições. Tudo muda, costumes que incorporamos há, pelo menos, 10 anos, desaparecem subitamente de um dia para o outro.

Pura inocência

Animais são seres inocentes e vulneráveis que não podem expressar como se sentem e o que eles querem. Mas o que eles demonstram é lutar pela vida até o último minuto e, em alguns casos, tomar a decisão de deixá-los ir… pode ser muito angustiante.

Lute por boas lembranças

Mesmo que você ainda procure inconscientemente nos cantos e nas poltronas da casa, nós entendemos que, com o passar dos anos, o que vão restar serão apenas as boas lembranças.

Parece não haver conforto agora. Pode ser que outro animal de estimação ainda não ocupe aquele espaço no seu coração. Mas é importante fazer todo o possível para preservar na memória todo o bem que nos deixou.

Animais de estimação vêm a nossas vidas para nos tornarem pessoas melhores, para iluminar cada um dos nossos dias. Podemos ter um dia muito ruim, mas sabemos que quando chegarmos em casa, alguém ficará feliz em nos ver e, isso fará mudar nosso humor instantaneamente.

Por essa razão, quando um animal de estimação nosso morre, nos sentimos muito abalados e, dependendo, entramos em um estado emocional péssimo.